Como saber se fiz a escolha certa do meu curso na faculdade?

ANÚNCIO

De acordo com o Sindicato das Entidades de Apoio ao Ensino Superior de São Paulo (Semesp), 21% dos alunos que frequentam faculdades particulares acabam não concluindo o curso. Na Universidade de São Paulo, 40% dos alunos não terminam o curso.

São números enormes que indicam que muitos alunos acabam escolhendo o curso errado e tendo que desistir dos estudos. Quando você não tem certeza se deve mudar de rumo, é importante manter a calma. Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a decidir qual caminho seguir: Há muitas coisas fora da influência de um assunto que podem fazer alguém pensar que está no caminho errado.

Por exemplo, uma experiência ruim com um profissional ou uma mudança no mercado de trabalho. Nada é definitivo, e essas experiências são pessoais, então elas variam entre as pessoas.

ANÚNCIO

O mercado vai mudar um pouco antes da formatura. Se suas notas caíram e a faculdade está se tornando um fardo, talvez seja hora de continuar lendo. As perguntas abaixo podem ajudar a determinar se é um bom momento para considerar abandonar a faculdade. Em quantas aulas você já participou?

Pense na sua dúvida? Porque está inseguro?

Essa é uma ótima pergunta, porque mostra ao entrevistador que você leva a sério o campo para o qual está entrevistando. No início de um curso, as aulas são disciplinas generalizadas. Conforme o curso avança, os assuntos podem se tornar mais específicos.

Como saber se fiz a escolha certa do meu curso na faculdade?
Como saber se fiz a escolha certa do meu curso na faculdade?

Sua primeira impressão do curso pode ter sido negativa, mas considere todos os pontos positivos e negativos do curso antes de tomar sua decisão.

ANÚNCIO

Se você é autocrítico, é mais provável que você tenha problemas. Certifique-se de conversar com profissionais em seu campo e considere fazer um estágio.

Isso ajudará você a ver como é a vida dos trabalhadores reais em seu campo de estudo e a tomar uma decisão melhor sobre sua carreira.

Se você tiver algum tempo extra, seja voluntário em um lugar. Isso lhe dará uma melhor compreensão de como seria seu trabalho em potencial e lhe dará a oportunidade de avaliar tudo o que acontece ao seu redor.

 

Seja uma pessoa observadora e pense no que faria diferente se estivesse nessa posição. Se o seu caminho mudar, faça um estágio de qualquer maneira. Associação Brasileira de Orientação Profissional (ABOP) A psicóloga Maria Célia Lassance acredita que muitas pessoas mudam de curso porque não tinham informações suficientes quando originalmente escolheram sua área de estudo.

Pense bem no seu curso e nas disciplinas

Ela diz que a profissão pode ser muito maior do que as disciplinas que uma pessoa está estudando, e que a pessoa tem que estar ciente disso antes de tomar sua decisão. No entanto, se depois de considerar todas as questões, você ainda quiser mudar de área de estudo, lembre-se de que não existe uma idade certa para iniciar seu treinamento.

Muitas pessoas começam seus cursos na meia-idade, e não é porque sentem que perderam seu tempo antes. Se você decidir mudar de curso ou ir para um departamento de faculdade diferente, sem fazer outro exame, poderá conectar seu curso existente à universidade.

Dessa forma, se você decidir se transferir internamente para outro departamento da universidade, ou ir para outra instituição externamente, você já estaria vinculado à universidade, e não precisaria fazer outro exame.

Faça um teste vocacional

Seguir em frente com sua vida é o mais importante, mesmo fazendo um teste vocacional se ainda tiver dúvidas. Seu futuro será melhor servido seguindo em frente e se esforçando para ser o melhor que você pode ser.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.