Clicky
Dicas profissionais

Você sabe o que é empregabilidade e para que serve?

ANÚNCIO

Ao escolher um curso superior, a empregabilidade é um dos principais fatores de escolha. Quem nunca ouviu o comentário: “E o mercado de trabalho?”.

Então vamos aprender mais sobre o assunto e ver como melhorar a gestão de carreira, além de aperfeiçoar a inserção no mercado. Fique conosco para ver tudo sobre o tema!

Aliás, o que é empregabilidade?

Empregabilidade são a capacidade dos profissionais de se interessar pela demanda do mercado e a capacidade do mercado de reter talentos em um determinado campo. É esse processo que garante que os profissionais tenham uma boa interação profissional e que seu espaço de contribuição seja valorizado.

ANÚNCIO

Isso se aplica a encontrar um emprego e permanecer empregado. Ao contrário das carreiras da geração de seus pais, tudo aponta para um mercado que se tornará cada vez mais dinâmico daqui para frente. A empregabilidade aponta para um movimento.

Como você pode ver, esta é uma moeda de dupla face. Para chegar ao cenário ideal, ambas as partes precisa estar na mesma página: encontrar um campo de trabalho cheio de oportunidades e estar preparado para os desafios profissionais que surgirão nesse nicho.

Você sabe o que é empregabilidade e para que serve?
Você sabe o que é empregabilidade e para que serve?

Qual a sua importância?

A empregabilidade é fundamental porque permite encontrar as melhores oportunidades, não vejo como isso deva ser feito em diferentes aspectos do trabalho: ramo de atividade, padrões de emprego, remuneração e vários outros. É o equilíbrio desses fatores que valoriza as capacidades de inserção profissional.

Existem alguns empregos que pagam bem, mas não parecem relevantes para você; sempre há ótimos empregos que não pagam bem por seu trabalho. Empregabilidade, portanto, não é apenas a capacidade de conquistar e manter empregos, mas também pode ser entendida como uma estratégia de carreira.

Por exemplo: Digamos que seu sonho é ser um datilógrafo. Bem, além de ser um sonho meio bizarro, levanta uma questão prática: é uma atividade que não é mais necessária no mercado de trabalho.

Nesse caso, o fracasso será na gestão de sua carreira. A empregabilidade pode orientá-lo sobre como ler o mercado e se preparar para uma dinâmica profissional de longo prazo. Lembre-se que alguns anos atrás, digitar era um trabalho cobiçado, mas hoje quem aposta na profissão está vendo o barco.

ANÚNCIO

Mas como criar um plano de empregabilidade?

Os problemas podem parecer óbvios, mas podem ser embustes. “Ter um bom emprego” e “pagar bem” é exemplos disso. Você, seus pais e seus avôs podem concordar com essas afirmações, mas elas ainda significam coisas muito diferentes.

Por isso, é importante entender a trajetória de carreira que você deseja. Ao equilibrar sua carreira, isso é algo que você não pode perder.

Saiba quais são os seus gostos e valores pessoais

Todo mundo tem sua própria cadeia de valor e algum talento “diferente”. Pode ser extremamente difícil trabalhar com vendas, mas organizar os controles financeiros em uma planilha é fácil e agradável. Outra pessoa pode pensar exatamente o oposto.

Não entre em campos que você não quer porque os ambientes profissionais nem sempre são tão generosos. No entanto, se essas pessoas conseguirem identificar o ambiente, as atividades e as especialidades que desejam viver mais de perto por décadas, isso facilitará muito a entrada e a manutenção do mercado.

Isso não se aplica apenas às habilidades difíceis. Também é importante pesar as habilidades sociais: as habilidades emocionais e de comunicação são muito úteis para gerenciar sua carreira e o trabalho diário.

Tenha sempre uma prioridade em sua vida

Você preferiria trabalhar longas horas todos os dias e conseguir dinheiro para fazer seus planos pessoais e familiares, ou teria uma renda menor, mas poderia passar mais tempo com seus entes queridos?

Você prefere trabalhar longas horas e renunciar ao tempo de treinamento, ou prefere trabalhar todos os dias e usar o tempo extra para desenvolvimento que pode avançar em sua carreira?

Todas essas são questões que precisam estar definidas. Ao tomar decisões, você precisa saber qual é o seu Norte.

Faça uma lista com os seus objetivos

Comece uma série de reflexões sobre sua carreira e seus objetivos. Então agora é a hora de colocar essas ideias no papel. Lembre-se de que os recursos de todos (como tempo e dinheiro) são limitados e cada decisão tem um custo de oportunidade.

Coloque na “ponta do lápis” o que você quer a área de atuação onde você pode contribuir, e o que ainda falta para se tornar à pessoa que o mercado de trabalho quer. Saber o que você quer e o que é preciso para atingir esse objetivo torna tudo mais fácil.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Parabéns, voce foi selecionado!

Receba as vagas com antecedência, digite seus dados abaixo: